Dia de nuvem negra

Uma colega de trabalho perguntou como correu a folga e a resposta foi de todo inesperada: –“Ontem devia ter uma nuvem negra por cima de mim!” Quem me conhece, sabe que sou uma pessoa positiva e raramente me vêem chateada, mas realmente o dia anterior não tinha corrido nada bem. Ler mais…

“Quando vais morrer mãe?”

Esta manhã, enquanto tomávamos o pequeno-almoço surgiu esta pergunta: – “Quando vais morrer mãe?” Simplesmente respondi que não sabia, que ninguém sabe. Acrescentei que é por isso que as mães ensinam o mais que podem para que os filhos saibam fazer as coisas quando as mães não estiverem cá. E Ler mais…

Adeus Natal!!!

Tantos anseiam o Natal e tão depressa passa… já acabou! Sou só eu que tenho essa sensação? Que o Natal passa depressa demais para a azáfama que o envolve. E porque comemoram o Natal? Até ter filhos nunca me questionei sobre isso (pelo menos que me lembre). Mas há uns Ler mais…

Aponta filho, aponta!

Normalmente diz-se que é feio apontar. Mas o apontar de que vos vou falar tem outro significado, estou feliz por o meu filho apontar! Estranho? Já vos vou explicar. O meu filho tem 9 meses e começou a apontar. Fiquei radiante! Uma coisa tão simples e que quer dizer tanto. Ler mais…

Por admin, Há

Desafio: sem ecrãs

Já há muito que estou para escrever este artigo: o relatório do desafio que me fiz e vos sugeri. Este desafio teve dois possíveis obstáculos ou agravantes, como queiram chamar: – foi realizado em período de férias – moramos num apartamento Mas vão perceber que não foi de todo impedimento Ler mais…

Despachar a brincar

Os vossos filhos despacham-se para a escola lindamente? É acordar, comer, higiene, vestir (ou qualquer outra ordem) e prontos para sair? Parabéns! Comigo nem sempre é assim, melhor dizendo poucas são as vezes que não tenho que repetir umas 100 vezes para vestir, outras 200 para lavar os dentes…. Não Ler mais…

Por admin, Há

Cinema…yeahh! Ou não.

Consulta marcada para o mais velho  + mãe em casa  = tarde de mimo Aproveitando o facto do pimpolho maior ter consulta marcada para as 12:30, planeei uma tarde diferente. Uma tarde em que o filhote teve a mãe em exclusivo para ele, o que ultimamente é raro visto agora Ler mais…

Tecnologia Vs Papel & caneta

Muitas vezes o caminho mais fácil é pôr nas mãos de uma criança um tablet ou telemóvel para se entreter. Tenho um filho de 4 anos e como muitos outros tem uma grande ADMIRAÇÃO por “jogos de ecrã”. Grande admiração é uma forma de suavizar. Nem eu nem o pai Ler mais…