Decidimos batizar o nosso piolhito!

Dessa decisão advém uma série de escolhas a fazer: padrinhos, data, roupa, convite, tema para as mesas, animação,…

A escolha da madrinha foi super rápida e a do padrinho também não foi difícil.

A data escolhemos o mais próximo da data do batizado do irmão e dos 18 meses, visto não ter sido possível aos 12 meses.

A roupa fui vendo aqui e ali e no dia que eu e madrinha fomos escolher o vestuário a usar pela criança na cerimónia tivemos a tarefa facilitada pelas minhas visitas anteriores a lojas relacionadas.

O convite queria que fosse personalizado e simples e assim foi. Fi-lo com uma cartolina que achei ideal para o pretendido, escolhi um tecido bege e fofinho para dar um toque natural e ficou assim:

convite personalizado

O tema para delinear as marcações de mesa queria que fosse igualmente personalizado, algo que mostrasse um pouco mais de quem seria o motivo da reunião de amigos e familiares. E desta forma, surgiu-me logo a ideia de usar os gestos Baby Signs utilizados pelo filho, visto que aplicamos o Programa Baby Signs®.

Mas ao mesmo tempo, surgiram-me dúvidas:

  • “será que teremos gestos suficientes visto que ainda serão necessárias umas quantas mesas?”
  • “será que vai parecer que estou a usar o batizado do meu filho para fazer publicidade?”

Em relação à primeira dúvida, chegou e ultrapassou. 🙂 Quando estava a separar os gestos que o meu filho faz ou já fez fiquei surpreendida, pois deu-me a totalidade de 41 GESTOS!!! Entre animais, comida e até palavras de boa educação… 41 palavras ficariam por “dizer” se não lhe tivesse dado essa oportunidade com o Programa Baby Signs®. (Já tenho mais para a “lista”)

A respeito da segunda dúvida, estava a personalizar, estava a usar um tema próprio como qualquer outro, como poderia ter usado as primeiras palavras (mas aí julgo que já não teria sufucientes) ou as diversas fases de desenvolvimento (sorriso, palrar, gatinhar, andar, falar…). E ao mesmo tempo conseguiria dar a conhecer um pouco mais do Programa a diversos pais, pois tínhamos vários bebés convidados.

Para completar um pouco mais e para o entretenimento não ser exclusivo aos adultos (música ao vivo) e às crianças (animadora com pinturas, balões e jogos tradicionais), convidei alguém que se encontrava na lista de convidados: Sabla D’Oliveira – amiga e diretora do Programa Baby Signs Portugal a fazer uma Aula Baby Signs para pais e bebés.

Desta forma, acabámos por ter uma cerimónia muito gira e completa.

Todo este dia foi fantástico, mas tenho a salientar um momento que me ficará na memória:

Estávamos na cerimónia de batismo do meu filho, na fase em que pais e padrinhos seguram a vela acesa até que o sr.padre pede para apagá-la e assim o fizemos.
Nisto, o meu filho disse “abou” (acabou), confirmei o que ele disse pois a vela acesa acabara e de seguida, ele pede (em gesto) “mais”.
Sorri-lhe e disse que naquele momento era para estar apagada.
Fiquei tão contente por ele ter partilhado comigo o quanto gostara de ver a vela acesa ao ponto de pedir mais!
E ninguém se apercebeu, não houve birras. Só eu que o tinha ao colo, presenciei aquele momento. 
Foi um momento só nosso! 😍 

Tenham um bom dia!

Eliane Félix


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.