Ultimamente tenho ouvido muito esta expressão: “Os avós fazem um papelão.”

Esta expressão tem saído de alguém que conhece MUITOS avós e pais. Não fosse ela educadora de infância.

Esta frase já foi inclusive debatida e eu própria já tinha pensado sobre o assunto e debatido comigo mesma. 🙂

Não é invulgar ouvirmos pais dizerem algo como:

“A avózinha deixa fazer tudo.”

“Com a avó come a sopa toda.”

“Com o avô porta-se bem.”

“Quando era comigo, tinha menos paciência.”

E por aí além….

O que é certo, é que a maioria dos avós deixa REALMENTE os netos fazerem/comerem mais coisas que os pais e que são mais tranquilos enquanto avós do que foram enquanto pais.

E porquê?

Sobretudo, porque já foram PAIS. Logo, já tiveram dúvidas, receios, cansaço…também já erraram. Pois, todos os pais erram. Ninguém é perfeito.

Muitos desafios da maternidade/paternidade são resolvidos depois de várias tentativas-erro.

Essa experiência traz-lhes uma certeza:

Os filhos crescem depressa demais.

Com tudo isto, sabem que por vezes colocamos demasiadas regras e que há formas mais assertivas de tratar de certo assunto.

Claro, que por vezes, há certos atritos entre regras estabelecidas pelos pais e quebra de regras por parte dos avós, mas quando isto acontece há duas hipóteses:

  • Se não for assim tão grave, fingimos não ver/saber.
  • Se realmente não deveria ser quebrada, falar e explicar a importância daquela regra.

Assim temos cada vez mais avós interessados em participar na vida dos netos, seja de forma mais próxima ou mais distante.

Noto, por exemplo, nos workshops Baby Signs que faço cada vez mais avós interessados.

Cada inscrição inclui a presença de dois cuidadores do bebé e muitas vezes, quando não é possível a presença do pai, quem vai acompanhar a mãe é a avó.

Já aconteceu inclusive, uma mãe que conheceu o Programa Baby Signs® através da avó (sua mãe), que estava a ver uma entrevista na televisão e ligou à filha para ligar a TV e estar atenta ao assunto.

Artigo relacionado: É preciso uma aldeia inteira para educar uma criança

Meu filho com o avô paterno

Tenham um bom dia!

Eliane Félix

Instrutora Certificada Baby Signs


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.